Como e por que criar conteúdo segmentado no marketing de conteúdo? - Novo V20

BLOG

Novidades

Como e por que criar conteúdo segmentado no marketing de conteúdo?

No marketing de conteúdo, precisamos criar peças de comunicação que falem diretamente com nossa audiência, que despertem o interesse e façam com que os leitores deem um passo adiante na jornada de compra. Criar conteúdo segmentado é a melhor forma de agializar o processo, uma vez que cada pessoa que chega até o seu site tem um perfil distinto.

Existe uma analogia simples que pode mostrar a eficácia de um conteúdo segmentado. Imagine que é aniversário de um amigo seu e que você vai mandar um cartão para ele. Você pode contar com as mensagens padronizadas e genéricas vendidas em papelarias ou então personalizar a mensagem com algo que diga respeito a apenas vocês dois. Qual terá maior impacto emocional no seu amigo? Certamente você pensou na mensagem personalizada.

No marketing de conteúdo acontece o mesmo: quanto mais direcionada for sua mensagem, mais eficaz é a sua estratégia. Dito isto, que tal entender agora como e por que criar conteúdo segmentado no marketing de conteúdo?

Uma jornada, vários momentos

Como você já deve ter ouvido falar, o marketing de conteúdo é um dos pilares de uma estratégia maior, chamada inbound marketing. No inbound, o objetivo é atrair pessoas interessadas nos produtos e serviços da empresa por meio de conteúdos interessantes e úteis, ajudando-as a se decidirem sobre determinada compra com mais propriedade.

Durante a jornada de compra — nome dado ao processo que o consumidor percorre entre descobrir uma necessidade e adquiri-la —, o cliente passa por vários momentos: primeiro, ele descobre uma necessidade; depois passa a investigar sobre ela; então, ele aprende sobre o problema, identifica possíveis soluções, considera potenciais fornecedores e, por fim, toma uma decisão.

Esse caminho é longo e exige um tipo de conteúdo para cada etapa, a fim de ajudar o futuro cliente a encontrar a melhor resposta às suas dúvidas e necessidades. Se você cria conteúdos genéricos, sem pensar no trajeto a ser percorrido, pode deixar a desejar na sua comunicação e acabar levando o cliente para a concorrêcia.

Imagine, por exemplo, um visitante que acaba de chegar ao seu site e que ainda não conhece o produto vendido pela sua empresa. Ele não terá maturidade suficiente para compreender os benefícios da sua solução, não é? A consequência é uma só: ele vai atrás de conteúdos que o ajudem a compreender sua necessidade primeiro, dando chance à sua concorrência de engajá-lo desde o primeiro momento.

Por outro lado, ao criar conteúdo segmentado de acordo com as etapas do funil de vendas da empresa, você cria as condições necessárias para que todo visitante que chega até você tenha um aprendizado completo junto à sua marca. O resultado é uma jornada de compra coerente e eficaz na conversão.

Uma audiência, vários perfis

Outra questão a ser considerada é que, dentro da audiência selecionada como público-alvo da empresa, existem vários perfis de consumidores. Logo, quanto mais produtos ou serviços você tem a oferecer, mais complexa se torna a segmentação de conteúdo.

Tomemos como exemplo um e-commerce que vende desde roupas até computadores. Já imaginou a diversidade de clientes que chegam até a loja virtual? Para tornar a comunicação mais assertiva e melhorar sua taxa de conversão, é preciso compreender em profundidade quais são as necessidades específicas de cada consumidor e criar um conteúdo segmentado — isto é, uma mensagem específica para cada persona de marketing.

Esse trabalho é fundamental para que sua estratégia de marketing de conteúdo gere mais leads qualificados e traga resultados mais precisos. Ele também auxilia na otimização do orçamento dedicado às ações, uma vez que cada conteúdo vai direto ao ponto que precisa ser solucionado pelo lead em determinado momento.

Mas afinal, como criar conteúdo segmentado no marketing de conteúdo?

Agora que você já sabe a importância de criar conteúdo segmentado no marketing de conteúdo, chegou a hora de identificar suas personas e separá-las em grupos menores para então criar mensagens personalizadas. Confira nossas dicas:

Crie suas personas

Personas são representações fictícias do perfil ideal de comprador da sua empresa. Elas reúnem desde dados sociodemográficos até dados comportamentais, como hábitos de compra e dificuldades.

A partir de uma extensa análise de dados sobre os clientes da sua empresa, é possível determinar, com boa precisão, quais são as características dos clientes ideais a fim de criar conteúdo segmentado para cada grupo, tornando sua estratégia de marketing de conteúdo mais eficaz.

Ajuste o tom de voz

Uma estratégia de marketing de conteúdo deve sempre levar em consideração o tom de voz a ser usado com cada audiência. Uma empresa que presta consultoria para outras empresas, por exemplo, pode adotar um tom mais corporativo, voltado aos CEOs. Já uma empresa que vende pacotes de viagens deve adotar uma linguagem mais jovial e descontraída, a fim de atrair e encantar o público certo.

Aqui, não existe uma fórmula exata: a melhor maneira de compreender como falar com sua audiência é conhecendo profundamente seu público e criando suas personas.

Simplifique a vida dos consumidores

Começando pela linguagem, passando pelo design do site da empresa e terminando no atendimento ao consumidor, torne a vida dos seus futuros clientes mais simples. Crie fluxos de informação fáceis de serem apreendidos, torne seu site intuitivo e de fácil navegação.

É importante criar canais de comunicação que abarquem novas tecnologias, como chats, mensageiros instantâneos e aplicativos, sem esquecer de disponibilizar as informações mais comuns em um FAQ. Quanto maior o acesso ao conhecimento, maior é o envolvimento da audiência com sua empresa.

Mantenha o foco na experiência

Mais do que promover produtos, serviços e marca, no marketing de conteúdo sua missão é proporcionar uma experiência de aprendizagem única. O intuito deve ser sempre o de educar seus futuros clientes, ajudando-os a tomar melhores decisões de compra.

Nesse sentido, criar conteúdo segmentado é sua maior estratégia, uma vez que encurta o processo entre descoberta, conscientização e decisão, provendo os consumidores com todas as informações que eles necessitam para fazer uma escolha assertiva.

Seja omnichannel

Uma viagem de compra inesquecível não pode ser interrompida por mudanças constantes: ela precisa ser integral, coesa, mostrando que sua marca está presente onde quer que o cliente esteja.

É por essa razão que cada dia mais você ouvirá o termo omnichannel. Integrar os pontos de contato com os consumidores de forma que eles se tornem uma rede de comunicação única é essencial para promover uma experiência de compra exclusiva.

Isso pode ser feito a partir da conexão entre soluções de comunicação. Conecte redes sociais, blog, chat, aplicativos, canais de vendas, ferramentas de automação de marketing, entre outras tecnologias, a um Business Intelligence.

Com todos os pontos de contato integrados, você vai alimentando uma base de dados rica e segmentada sobre sua audiência, utilizando esses dados para criar conteúdo segmentado e de qualidade para os mais diversos perfis de clientes da sua organização.

Marketing de conteúdo é apenas uma das estratégias de compõem o seu mix de marketing digital. Quer se aprofundar no assunto? Veja agora quais são os 6 passos para elaborar uma estratégia de marketing digital de sucesso!

Comentários

comentários