Você não precisa escolher entre mídia orgânica e mídia paga. Entenda! - Novo V20

BLOG

Novidades

Você não precisa escolher entre mídia orgânica e mídia paga. Entenda!

O sonho de todo gestor de marketing é gastar cada vez menos para trazer bons resultados para a sua empresa, realidade que se tornou possível graças às ferramentas do marketing digital.

Grandes métricas de alcance, frequência e conversão, aliadas à uma capacidade de mensuração altamente precisa, são possíveis hoje graças às mídias online. Porém, o desafio de uma estratégia de marketing digital é entender quais canais são mais adequados e como aliar mídia orgânica e mídia paga.

No post de hoje, você entenderá por que não é preciso escolher entre essas mídias e quais são as maiores vantagens em se dedicar simultaneamente a esses dois canais. Confira!

Qual é a diferença entre mídia paga e mídia orgânica?

Mídia paga

A mídia paga é composta principalmente por links patrocinados em mecanismos de busca — como o Google e o Bing — e anúncios em redes sociais — como Facebook, Instagram e Twitter. Nos buscadores, as propagandas costumam aparecer nos primeiros resultados da pesquisa do usuário, enquanto nas redes sociais eles são mostradas conforme o usuário visualiza a sua linha do tempo.

Para criar esses anúncios, basta se cadastrar na plataforma de publicidade online do canal em que você deseja anunciar — Google AdWords e Facebook Ads são alguns exemplos dos recursos voltados para esse objetivo — e configurar as segmentações que o ajudarão a atingir o público desejado.

Mídia orgânica

Na mídia orgânica não há comercialização ou envolvimento de dinheiro relacionados à veiculação do conteúdo do seu site ou blog. Quando falamos nesse tipo de exposição, nos referimos essencialmente às buscas orgânicas, nas quais os resultados das pesquisas aparecem espontaneamente em ordem de relevância. Aqui, aqueles que conseguem as primeiras posições é que recebem mais cliques.

Para conseguir bons resultados com as buscas orgânicas, é fundamental utilizar as técnicas de SEO (Search Engine Optimization) para otimizar sua página web frente os mecanismos de busca e investir em estratégias de marketing de conteúdo.

Quais são as vantagens de uma estratégia conjunta de mídia orgânica com mídia paga?

Devido às diferenças entre a mídia orgânica e a mídia paga, você não precisa escolher em qual delas dedicar seus esforços: ambas funcionam de maneira complementar. Listamos abaixo 5 vantagens pelas quais você deve considerar as duas em suas estratégias de marketing digital.

Aumento do tráfego

A partir do momento em que você coloca uma campanha de anúncios pagos no ar e a plataforma os aprova, ela começará a aparecer para os usuários e receberá cliques conforme a segmentação realizada. Com resultados tão rápidos, você pode aumentar o tráfego do seu site a curto prazo.

Ao oferecer conteúdo relevante e de qualidade, a sua marca também se aproxima mais dos usuários. Esse relacionamento já é uma vantagem por si só, mas conforme você disponibiliza materiais interessantes, os buscadores perceberão a relevância da sua página, o que aumenta as chances de a sua empresa se manter bem posicionada.

Assim, além de não precisar aguardar muito para os resultados aparecerem, você irá favorecer uma estratégia que constrói uma audiência fiel e que contribui com o aumento natural do seu tráfego. Isso porque a mídia paga traz retornos em períodos de tempo mais curtos, enquanto a orgânica oferece resultados de médio a longo prazo.

Para se ter ideia, de acordo com a BrightEdge, 51% do tráfego dos websites são provenientes da busca orgânica.

Maior visibilidade para a sua marca

Por meio de uma boa estratégia com foco em mídia orgânica e mídia paga, é possível criar oportunidades para que os usuários de buscadores cliquem nos seus links. Se você conseguir um bom posicionamento nas buscas e estiver com uma campanha de links patrocinados ativada, a probabilidade de acessarem o seu site será maior do que no caso de o seu link ser exibido apenas de forma paga.

Com anúncios em redes sociais também é possível atingir um público que não necessariamente usará um mecanismo de busca para procurar algo relacionado à sua marca — e acredite, isso gera muita demanda e visibilidade. Aqui, você pode até mesmo receber cliques de pessoas que ainda não estavam cogitando a aquisição de seus produtos ou serviços, mas que têm grande potencial de se tornarem clientes.

Mais chances de aparecer entre palavras-chave concorridas

Entre as ações necessárias ao planejar uma estratégia de SEO está a escolha de palavras-chave que desejamos ranquear nos mecanismos de busca. Lembre-se que é por meio delas que a sua empresa será encontrada, então é preciso utilizá-las corretamente ao longo dos conteúdos produzidos.

Acontece que, para certas keywords, as primeiras posições já pertencem a marcas poderosas, com as quais dificilmente conseguiremos competir nos resultados orgânicos. Nesse caso, o ideal é dedicar os esforços em mídia orgânica para palavras-chave menos concorridas e criar anúncios para as quais é mais difícil ranquear.

Direcionamento do tráfego pago para as suas melhores páginas

Conforme você identifique quais das suas páginas estão melhor posicionadas nas buscas, pode ser interessante direcionar anúncios justamente para elas. Afinal, se o Google ou outro buscador recompensou esses conteúdos com um bom ranking, isso significa que eles têm algum valor para os usuários e podem ser úteis como ferramentas de geração de leads.

Geração de leads mesmo após o fim da campanha de mídia paga

Vale lembrar que, quando interrompemos uma campanha de anúncios pagos, a geração de leads também é interrompida imediatamente se você não tiver uma outra fonte de tráfego.

Com um trabalho bem feito aliando mídia orgânica e mídia paga, você chegará a um ponto em que terá condições de diminuir gradualmente o seu investimento em publicidade online — e, dependendo do caso, até encerrar esse tipo de ação. Ainda assim, você poderá continuar recebendo leads por meio das buscas espontâneas.

Resumindo o que discutimos aqui, não é preciso escolher entre orgânico ou pago para trazer melhores resultados de marketing digital: é importante trabalhar com ambas simultaneamente. Com todas essas vantagens, seu site terá ótimas condições de conseguir mais visitas e mais conversões.

Viu só como uma estratégia que une mídia orgânica e mídia paga pode trazer diversos benefícios para a sua campanha e para o seu negócio? Agora, aproveite para se informar sobre as principais táticas que contribuem para o crescimento da sua organização: veja quais são as métricas de marketing digital mais importantes para a sua empresa!

Comentários

comentários