Conheça os principais erros cometidos em campanhas no AdWords - Novo V20

BLOG

Novidades

5 erros

Conheça os principais erros cometidos em campanhas no AdWords

Os anúncios pagos são uma das práticas mais eficientes dentro de uma estratégia de marketing digital, mas é preciso tomar certos cuidados para que esse tipo de ação realmente gere os resultados esperados. Para se ter uma ideia, há pequenos erros em campanhas no AdWords — plataforma de publicidade do Google — que podem fazer suas propagandas serem um fracasso em alcance e cliques.

Porém, com o devido planejamento e configurações corretas, é possível evitá-los. Continue a leitura para descobrir quais são esses principais equívocos e como se manter distante deles.

Fazer uma segmentação incorreta

Conhecer bem o seu público-alvo é um dos requisitos mais importantes para criar uma boa campanha. Só assim você conseguirá escolher uma segmentação (tanto geográfica quanto por canal ou dispositivo) apropriada e atingir pessoas mais propensas a consumirem seus produtos ou serviços.

Por esse motivo, segmente seus anúncios segundo as características da sua audiência. Veiculá-los para um público muito amplo pode estar prejudicando o desempenho dos seus links patrocinados e desperdiçando o seu investimento.

Escolher as palavras-chave erradas

As palavras-chave são a razão para os seus anúncios aparecerem para os usuários do Google. O problema é que, com isso em mente, muitos anunciantes fazem uso das keywords mais competitivas acreditando que isso trará bons resultados para a campanha. Apesar de elas serem as mais procuradas, dificilmente vão gerar conversões para o seu site — sem contar que ocasionam um gasto maior.

Portanto, concentre-se em palavras-chave mais longas e específicas, já que elas costumam ser focadas na intenção do cliente, apresentam menor competitividade e têm maior probabilidade de gerar conversões.

Esquecer de configurar o remarketing – para os casos em que ele é necessário

O uso do remarketing permite anunciar para usuários que já tiveram algum contato com a sua marca, como clicar na sua propaganda ou visitar o seu site. Essa é uma tática bastante útil para aumentar as conversões, já que as chances de um consumidor que já conhece a sua empresa clicar no seu anúncio são maiores se comparadas a alguém que acabou de descobrir um produto ou serviço que ela oferece.

Assim, lembre-se de configurá-lo no AdWords e fazer os ajustes necessários no seu site ou aplicativo (se isso se aplicar à sua empresa). Lembrando que nem todos os casos requerem especificamente o Remarketing. Para um e-commerce, por exemplo, ele é uma estratégia vital.

Ignorar a programação de anúncios

Outra forma de otimizar a conversão é utilizar a programação de anúncios. Enquanto a configuração padrão define que a sua campanha será exibida sempre (a qualquer hora e dia da semana), essa opção possibilita que você escolha os dias e horários em que deseja veiculá-la.

Se for difícil descobrir em que horários o seu público é mais ativo na internet, vale a pena fazer testes com os primeiros anúncios para verificar se há períodos com melhores resultados.

Deixar de analisar os resultados

Outro erro comum é não avaliar a taxa de cliques (CTR) e o número de impressões dos seus ads. CTR é o número de cliques recebidos pelo seu anúncio dividido pelo número de vezes que ele foi exibido: cliques ÷ impressões = CTR. Por exemplo, se você tivesse cinco cliques e cem impressões, sua CTR seria de 5%.é a proporção da frequência com que as pessoas que visualizam seu anúncio e clicam nele. É possível usar a taxa de cliques (CTR) para avaliar o desempenho das suas palavras-chave e dos seus anúncios. Uma CTR alta é um bom indicador de que os usuários consideram seus anúncios úteis e relevantes.

Outra métrica importante é Índice de Qualidade, que é uma estimativa da qualidade dos seus anúncios, palavras-chave e páginas de destino. Anúncios de melhor qualidade podem resultar em preços mais baixos e melhores posições. Quanto mais relevantes forem seus anúncios e suas páginas de destino para o usuário, mais alto será o Índice de qualidade.

Ao analisar essas métricas com frequência, você consegue identificar quais anúncios têm uma performance melhor, o que pode fornecer insights para otimizar as propagandas que não estão gerando resultados tão bons.

Acreditamos que ficar atento a essas falhas pode contribuir — e muito — para o sucesso de suas ações com links patrocinados. Então, agora que você sabe quais são os principais erros em campanhas no AdWords, o que acha de verificar as suas próprias campanhas e fazer os ajustes necessários? E não se esqueça de contar para a gente os resultados. Deixe o seu comentário!

Comentários

comentários